domingo, 4 de dezembro de 2011

O que diz a biblia sobre homosexualismo




HOMOSSEXUALISMO
   
Introdução:

Em 1869 o jornalista ungaro (homossexual) por nome Benkert, criou a palavra homossexual ( gay) que é uma palavra universal.
Lésbica é como se chama o homossexualismo feminino, que também é uma pratica condenada pelas sagradas escrituras.
A etimologia da palavra lésbica originalmente se referia somente os habitantes de lésbos uma ilha na grécia. Na Antiguidade, entre os séculos 6 e 7 a.C., morava nesta ilha a poetista Safo, admirada por seus poemas sobre o amor e a beleza, em sua maioria dirigidos às mulheres. Por esta razão, o relacionamento amoroso entre mulheres passou a ser conhecido como lesbianismo ou safismo.
Nos dias atuais é um nome genérico, para todas as mulheres que praticam o homossexualismo.
Na língua inglesa gay ( alegre).
E ainda são chamados de muitos outros nomes pejorativos tais como:  boiola , bicha ,  sapatão, Maria João etc.
Mas a luz das escrituras como são chamados ?
1.    Prostitutos cultuais.
2.    Prostitutos do templo.
3.    Rapazes escandalosos.
Veremos a luz das escrituras que essas praticas sempre foram condenadas por Deus analisaremos sobre a interpretação bíblica que no antigo testamento ao novo, Deus sempre fez advertência ao seu povo quanto a essas praticas chamando-as de perversão, ato abominável.
Percorreremos as santas letras do principio ao fim o que Deus profetizou sobre seus atos sua conseqüência e sobre a consumação de quem pratica tais coisas.
No livro de gêneses no capitulo 19:5-8
O costume de sodama.
Havia nos dias de Ló um costume entre os cidadãos de Sodoma, uma pratica homossexual em honra a divindades pagã. No portão da cidade, ficavam dois homens , que se  revezavam  com o pênis ereto e todos  os que entravam na cidade teriam que passar pelos portões da cidade e sentar no órgão sexual e suas semente ( seu espermatozóide ) Era lançado na terra em honra a divindade ( deuses da fertilidade), No hebraico ( yadha) que tem vários significado, ele aparece 900 vezes  no antigo testamento, aqui neste caso tem conotação sexual. Se  analisarmos a resposta de ló, oferecendo suas duas filhas virgens, evidencia que os homens de Sodoma queriam consubstancia essa pratica. Essa foi a causa de todos irem a casa de ló, Porque os varões não haviam passado pelos portões da cidade ( 0s seres angélicas). gênesis 19: 8. Em verdade, aqueles Homens não queriam as mulheres, antes queriam efetua a vontade homossexual.No livro de Judas Cap 1: 7 diz : Assim como Sodoma e gomora e as cidades circunvizinhas, que hevendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após a outra carne, foram posta por exenplo, sofrendo a pena do fogo eterno.no livro de II Pedro 2: 7-10 diz : E livrou o justo ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis, porque esse justo, habitando entre eles, aflingia todos os dias a sua alma justa, vendo e ouvindo sobre as suas obras injustas.Assim sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reserva os injustos para o dia do juízo, para serem castigados; Mas principalmente aqueles que segundo a carne andam em concupiciências de imundícia, e desprezam as autoridades; atrevidos, obstinados, não receando blasfemar da dignidade.
I timóteo cap 1:8-10 Sabendo porem, que a lei é boa se alguem usar dela legitimamente; Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para o injusto e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos,para os parricidas os que (matam o pai), para os matricidas os que, ( matam a mãe),para os homicidas, para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para os que for contrario a sã doutrina Obs: Os sodomitas, esta lado a lado com os demas , portando essa pratica é considerada pecado pelas sã doutrina.
   Obs: Levíticos 18:22  Com varão te não deitarás, como se fosse mulher: abominação é;                                                                            
O que é um prostituto cultual? 
Os povos cananeus, vizinhos dos hebreus, não possuíam a lei de Moisés; eles idolatravam vários ídolos e deuses. Os cananeus em seus templos ou em campos celebravam cultos da fertilidade; nestes cultos ocorria a prostituição-cultual, em que as mulheres e os homens representavam deuses e se trajavam como tais, se prostituindo em honra a seus deuses. Prostituição masculina não existia no Oriente Médio a não ser em templos pagãos ou em seus cultos da fertilidade, tal prostituição está totalmente ligada à idolatria Tanto que a palavra hebraica para “prostituto” que aparece na Bíblia é “qadesh”, que literalmente significa “santo” ou “separado”, “prostituta” em hebraico é “qadeshôth”, significando “separadas” ou “santificadas”; nesse sentido eles eram separados, não para o serviço de Deus, mas sim para o serviço aos deuses pagãos.
O que era ser um prostituto do templo

(Deuteronômio 23:17)

A última passagem do Antigo Testamento, que é usado contra a homossexualidade é encontrada em Deuteronômio 23:17.

    Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel, nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel.

Este verso quase nunca é usado contra a homossexualidade, pois é sabido que a palavra hebraica qadesh (Strong 6945) significa "dedicado à prostituição" ou "prostituta do templo. A maioria das versões reflete a essa tradução .
No entanto, antes disso, a King James diz: "sodomita" em vez de "prostituta do templo." Para aqueles que acreditavam que o pecado de Sodoma era o homossexualismo, também pensei que este versículo condenando o homossexualismo. Claramente podem ser considerados como erros de tradução pode criar um efeito como"inundação". Erros de mistura repetidamente.

Que não é removido no mesmo versículo. Prostituição no templo era um problema bem conhecido na época dos patriarcas.  Era bem conhecido  fazer sexo com uma prostituta (ou a prostituto) do templo,Eles transmitia uma bênção do templo, em especial para o participante. Deus era contra os israelitas a participar de tais praticas, era uma abominação ao Deus de Israel.

    Os israelitas eram um povo eleito por Deus. Eles não devem ser misturar com outras nações e seus costumes que o cercavam.

    Deus é um Deus ciumento e não quer adoração senão a Ele (Êxodo 23:3-7, 34:14, Deuteronômio 04:24, Josué 24:19-20)! Ter relações sexuais com o sacerdote ou sacerdotisa do templo estava a dar reverência e ter relações íntimas com o deus daquele templo.

     A chance de uma doença venérea seria maior se você fosse uma prostituta (a) (a) ou se você teve relações sexuais com (as) prostitutas (as) do templo.

É fácil ver como Deus proibiu tais práticas por causa da prostituição no templo, está em conflito direto com o grande mandamento do amor Ágape (Mateus 22:37-40, Gálatas 5:14, João 13:34). Pontos  1 e  2 foram em violação direta do primeiro mandamento do amor.  É que não deveríamos ter outro deus (s) acima do nosso próprio Deus. Ponto 3 viola o segundo mandamento do amor Ágape (Mateus 2:37-40), no qual devemos amar os outros como amamos a nós mesmos. Transmitir doenças venéreas não é um ato de amor para você ou para a pessoa com quem você tem relacionamentos!

Em conclusão, podemos ver que este versículo em nada se relaciona com a homossesualidade do templo.
Rapazes escandalosos quem são eles?
Em algumas traduções, ao invés de "sodomitas" a expressão usada é "rapazes escandalosos", "rapazes alegres" (atualmente é mas, comum dizer homossexuais).           
I Reis 14: A impiedade de Roboão
21-E Roboão, filho de Salomão, reinava em Judá; de quarenta e um anos de idade era Roboão quando começou a reinar e dezessete anos reinou em Jerusalém, na cidade que o Senhor elegera de todas as tribos de Israel para pôr ali o seu nome; e era o nome de sua mãe Naamá, amonita. 22-E fez Judá o que era mau aos olhos do Senhor; e o provocaram a zelo, mais do que todos os seus pais fizeram com os seus pecados que cometeram. 23-Porque também eles edificaram altos, e estátuas, e imagens do bosque sobre todo alto outeiro e debaixo de toda árvore verde. 24-Havia também rapazes escandalosos na terra; fizeram conforme todas as abominações das nações que o Senhor tinha expulsado de diante dos filhos de Israel.
I Reis 15: Asa é bom rei sobre Judá

9- E, no vigésimo ano de Jeroboão, rei de Israel, começou Asa a reinar em Judá
10- e quarenta e um anos reinou em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Maaca, filha de Absalão.
11- E Asa fez o que era reto aos olhos do SENHOR, como Davi, seu pai.
12- porque tirou da terra os rapazes escandalosos, e tirou todos os ídolos que seus pais fizeram.
I Reis 22: O reinado de josafa e sua morte.
47- Também desterrou da terra o resto dos rapazes escandalosos que ficaram nos dias de Asa, seu pai.
Havia uma festa pagã na cidade de Corinto em honra ao deus Baco deus do vinho e a deusa cibele.
Na cidade de Corinto, onde Paulo estava quando escreveu a carta, era comum o culto da deusa Cibele, em cujos templos ocorriam orgias e prostituições em honra a esta deusa, cujos sacerdotes costumavam se castrar para tornarem-se “sacerdotisas”; existem vasos de cerâmica da época que retratam também sacerdotisas utilizando calças com uma imitação de um órgão sexual masculino acoplado na parte da frente. Em toda a corte romana isso era comum; dos primeiros 15 imperadores de Roma apenas um foi heterossexual; de Nero se dizia que ele era “homem de todas as mulheres e mulher de todos os homens”.
Havia os“bacanais” (orgias sexuais em honra ao deus do vinho, Baco) onde as orgias se tornavam públicas e homens e mulheres se misturavam e faziam sexo sem nenhum critério ou distinção. No culto de Príapo, deus da potência sexual, praticava-se sexo genital, anal, oral, com animais, crianças e escravos, sem distinção de parceiros. Em todos estes cultos homossexuais e heterossexuais se misturavam e faziam sexo com quem lhes viesse à frente; não havia amor nisso, era apenas satisfação sexual, idolatria e prostituição.
O que diz o apostolo Paulo sobre homossexualismo (efeminados e Sodomitas).

1 Coríntios 6.9 - "...nem efeminados, nem sodomitas,..."
As palavras efeminado e sodomita apresentadas no texto de 1 Co. 6.9 é uma expressão de condenação do Senhor sobre duas formas diferentes de praticar o mesmo pecado.
A PRIMEIRA se traduz corriqueiramente por Efeminado. ‘Malakos’, do grego mole, macio, suave e efeminado, era usada para se referir aos homens que eram passivos nas relações sexuais com outros homens. A idéia de suave, mole e etc, era pelo fato de esses homens terem a atitude usual da mulher na relação sexual com outros homens. Nos nossos dias a melhor tradução para esse termo seria “homossexuais passivos”, esses não herdarão o reino dos céus.
A SEGUNDA se traduz por sodomita. ‘Arsevókoitês’, do grego sodomita, pederasta, homossexual. Esse termo é a junção de duas outras palavras gregas: ‘Arse’, que quer dizer macho; e, ‘koitê’, que quer dizer leito nupcial, relação sexual, coito. Seria aquele que faz sexo com outro homem, ou ainda, aquele que é ativo na relação homossexual. Em outras palavras é o “homossexual ativo”, esses , também, não herdarão o reino dos céus.
Isso significa, que tanto aquele que é ATIVO quanto o que é PASSIVO estão pecando e sendo, assim, indignos do reino dos céus.
I timóteo capitulo 1:9; 10 diz:

Sabendo isto, que a lei não é feita para os justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrario a sã doutrina.

O que é sodomita?

É o homossexual ativo.

II timóteo capitulo 3:3 diz:

Sem afeição natural, irreconciliáveis , caluniadores, sem domínio de si, cruéis, sem amor para com os bons etc.....

Na hermeneutica, que é a arte ou ciência de interpretar, quero parafrasear dizendo que o apostolo Paulo pela revelação do Espírito Santo, estava dizendo que nos últimos dias da dispensação da graça, antes do arrebatamento os homens serão, sem afeição natural ( efeminados).
Que iria aumentar, proliferar o homossexualismo Passivo.

No livro de Romanos no capitulo 1: 23- 32 O apostolo Paulo nos diz: como andava os homens daquela época.

Roma aderiu os deuses gregos, suas divindades, os deuses gregos casavam-se, prostituíam-se, criavam intrigas,  caluniavam e muitas outras coisas semelhantes, o que gerou na sociedade romana: Os habitantes de Roma se personificaram nos deuses. A imoralidade na sociedade romana era de fato uma verdade que ficou nos anais da história. A causa maior da imoralidade na sociedade romana esta explicita no capitulo 1 verso 21,22,23  no primeiro versículo, esqueceram de Deus, mesmo tendo conhecimento dele.No versículo vinte e dois Confiaram em seus próprios corações, versículo vinte três nos diz que seguiram os deuses feitos pelas mãos dos homens e caíram no pecado de idolatria. Deus então os entrega a desonra, para mutuamente desonrarem seus corpos a toda sorte de concupiscências de seus corações. Deus os abandona as paixões infames. Para cometerem torpeza varão com varão ( homem com homem) homossexualismo. A palavra de Deus chama seus sentimentos de perverso e isso aborrece o criador. Já havia na sociedade romana o homossexualismo masculino e feminino. No versículo vinte e seis diz que até suas mulheres mudaram o uso natural, no contrario a natureza. Existe uma lei natural das coisas, lei biológica criada por Deus, o universo não esta ao acaso o Deus que criou todas as coisas esta no controle regendo. Quando a palavra nos fala que a mulher deixou o uso natural, esta ao invés ao contrario a natureza o oposto, mudando seu curso. O apostolo termina dizendo que são dignos de morte aos que tais coisas praticam não só as fazem mas, também os que consentem. E se não houver arrependimento ficarão sem ser perdoados, irreconciliáveis sem misericórdia,

O apostolo João quando ficou exilado na ilha de patmos teve uma visão e nos relata no livro do apocalipse no capitulo 21: 8

Mas quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis ( sodomita ), e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idolatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago de fogo que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte. ( separação eterna do homem com Deus o julgamento divino do grande trono branco que esta no capitulo 20: 11-15).Isso quer dizer que Deus não aprova o homossexualismo, qualquer que seja feminino ou masculino, Ativo ou passivo.
O livro do apocalipse trata sobre o fim, a consumação de todas as coisas e todos os  praticantes ou os que consentem a sua parte será no lago de fogo e enxofre que é a segunda morte, como esta explicito no verso oito, que ora acabamos de ler.
Essa segunda morte é a separação eterna do homem com o Criador.
                                                
   Ev: Carlos Nascimento.

   Miss: Viviane Gleice da Costa Nascimento









                                                        

Um comentário:

  1. Os termos “ish” e “isha” contêm uma das primeiras letras do tetragrama, IH. O homem e a mulher unidos reúnem essas duas letras, impondo desse modo, a presença de IHVH no casal.

    ResponderExcluir